centro
cultural
fiesp

Um presente da indústria
para quem ama cultura

AS ATIVIDADES DO CENTRO CULTURAL FIESP SÃO UMA REALIZAÇÃO DO SESI-SP

Terremotos

Sesi-SP estreia sua temporada de produções inéditas 2022, com Terremotos (“Earthquakes in London”, no original), épico contemporâneo de um dos dramaturgos mais cultuados do momento, o inglês Mike Bartlett, cujos textos investigam o caos da modernidade e as relações humanas, com diálogos repletos de ironia, crítica social e humor ácido. A encenação é de Marco Antônio Pâmio, diretor com atuação expressiva no cenário teatral brasileiro. 

Para realizar a reserva gratuita de ingressos, é só acessar o Meu Sesi. Os vistantes podem ficar tranquilos, pois todos os protocolos de segurança contra a covid-19 estão sendo respeitados em todo Centro Cultural Fiesp (CCF). Há dispensers para álcool em gel e o uso de máscaras é opcional. O certificado de vacinação contra a covid-19 é obrigatório para a entrada no CCF. Todas as pessoas a partir de 12 anos devem mostrar o comprovante com as doses atualizadas e um documento oficial de identidade com foto. 

Com uma estrutura que lembra óperas e musicais, 30 atores estão no palco, entre eles as protagonistas Bruna Guerin (Yasmin), Paloma Bernardi (Maya) e Virgínia Cavendish (Sara), irmãs na saga familiar construída por BartlettLuiz GuilhermeFernando Pavão e Giovani Tozi interpretam, respectivamente, Rubens Kramer (o pai), Claudio (marido de Sara) e Estevão (marido de Maya). O elenco conta também com nomes expoentes do cenário teatral paulista, como os recém-premiados Martha Meola e Iuri Saraiva, em uma trama cheia de cenas em planos simultâneos, que se entrelaçam e se sobrepõem em ritmo ágil e intenso. O espetáculo tem coreografia e direção de movimento de Marco Aurélio Nunes (que assina a tradução e a adaptação com Pâmio), cenografia de Duda Arruk,  figurino de Fábio Namatame, design de som de Gregory Slivar, design de luz de  Wagner Antônio e videografismo e mapping de André Grynwask e Pri Argoud.

Idealizado por Pâmio em parceria com o ator e produtor Giovani Tozi, que apresentou o projeto ao Sesi e assumiu a frente da produção, o espetáculo Terremotos apresenta quatro histórias simultâneas: as de três irmãs e a de seu pai, um cientista brilhante que despontou no meio acadêmico no final dos anos 60 por causa de uma descoberta importantíssima, que iria afetar a vida de todo o planeta num futuro próximo. 

A peça destaca a saga individual de uma mulher grávida em crise sobre o destino de seu bebê neste mundo caótico e hostil. Um grandioso espetáculo poético e apocalíptico sobre a forma inescrupulosa que o ser humano vem agindo com o planeta. Entre os temas abordados estão, ainda, emissão desenfreada de carbono na atmosfera e corrupção. 

Na rubrica inicial do texto, o autor pede excesso, em todos os sentidos. “Preferi abusar do número de atores em cena (30 no total) e de muitas cenas coreografadas ao longo da narrativa, já que uma das personagens tem momentos de delírio e alucinação em sua jornada na peça. E muitos desses momentos são representados justamente por esses números dançados”, comenta.  

Linguagem corporal orgânica 

Para Pâmio, a criação que ganhou um protagonismo absoluto na montagem, talvez idêntico ao da própria direção, é a coreografia e direção de movimento do experiente Marco Aurélio Nunes, em um trabalho imprescindível ao lado do diretor. “Já trabalhamos juntos há muito tempo, mas desta vez a coreografia é dramaturgia. As criações dele são de uma beleza e poesia ímpares, que respeitam e ao mesmo tempo reinventam as rubricas do autor. Na prática, ele divide a direção comigo”, revela Pâmio. 

 Um quase musical 

Terremotos segue exatamente o estilo de “Love Love Love” e “Contrações” nos diálogos rápidos, no ritmo bem-marcado“O espetáculo acabou se tornando um ‘musical, só que não’, já que a música e a dança permeiam o espetáculo, mas não há nenhum número cantado nele. Difícil vai ser classificar o gênero desta peça.” 

É através da teatralidade, inspirada na tragédia e na comédia dos dias atuais, que Terremotos lança seu alerta. Como o meteoro desacreditado na ficção, ou como a pandemia desprezada com base na negação, o teatro segue resiliente na sua natureza de comunicar. Se algo vai mudar, só o tempo vai dizer, ou a natureza vai tratar de nos lembrar. 

Sobre o diretor 

MARCO ANTÔNIO PÂMIO é ator, professor e diretor teatral. Estudou no Centro de Pesquisa Teatral (CPT) e no Drama Studio London, Inglaterra. Estreou profissionalmente no papel de Romeu na montagem de “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare, dirigida por Antunes Filho, trabalho que lhe rendeu o Prêmio APCA 1984 de ator revelação. Sob a direção de Antunes, também atuou em “Macunaíma” e “Nelson 2 Rodrigues”, em temporada de repertório no Teatro Sesc Anchieta e turnês na Europa, Austrália, Estados Unidos e Israel.  

Espetáculo Terremotos  

Temporada presencial: de 4 de março até 12 de junho de 2022.   

Horários: Quinta, sexta e sábado ás 20h, Domingo às 19h  

Local: Teatro do Sesi-SP.  

Endereço: Avenida Paulista, 1313 (em frente ao Metrô Trianon-Masp)   

Entrada gratuita.   

Reserve seu Ingresso: 

Agendamentos escolares e de grupos: ccfagendamentos@sesisp.org.br

Classificação: 16 anos  

Mais informações: www.centroculturalfiesp.com.br  

Ficha Técnica 

Texto: Mike Bartlett. | Tradução e Adaptação: Marco Antônio Pâmio e Marco Aurélio Nunes. | Direção: Marco Antônio Pâmio. | Elenco (ordem alfabética): Alef Barros, Alexia Lorrana, Angélica Prieto, Beatriz Torres, Bruna Guerin, Davi Tostes, Dimitri Biá, Fábio Brasile, Felipe Calixto, Felipe Ramos, Fernando Pavão, Fernando Vitor, Giovani Tozi, Iuri Saraiva, Lara Hassum, Letícia Calvosa, Luiz Guilherme, Luiz Rodrigues, Luma Gouveia, Martha Meola, Mateus Pigari, Natalia Burger, Nathalia Kwast, Regina Maria Remencius, Sofia Maruci, Paloma Bernardi, Pedro Scalice, Vinícius Oliveira, Virginia Cavendish e William Alves. | Coreografia e Direção de Movimento: Marco Aurélio Nunes. | Assistente de Direção: Rodrigo Chueri. | Assistente de Coreografia: Olívia Branco. | Videografismo e Mapping: André Grynwask e Pri Argoud (Um Cafofo). | Cenografia: Duda Arruk. | Figurino: Fábio Namatame. | Design de Som: Gregory Slivar. | Design de Luz: Wagner Antônio. | Direção de Produção: Selene Marinho. | Administração Financeira: Carlos Gustavo Poggio. | Assessoria Jurídica: Martha Macruz. | Assessoria de Imprensa: M. Fernanda Teixeira/Arteplural. | Assistente de Produção: Marcela Horta. | Idealização: Marco Antônio Pâmio e Giovani Tozi. | Produção: Tozi Produções. | Realização: SESI SP. 

Terremotos

Onde é que fica?

Av. Paulista, 1.313 - Prédio da Fiesp

Em frente à estação Trianon-Masp do Metrô