Centro Cultural Fiesp

O Bardo e o Banjo - Homepath

A arte que vem da rua

A musicalidade vibrante, a batida quebrada, requebrada, compassada, descompassada, original. Uma surpresa em cada esquina e a cada encontro a céu aberto, em cada verso uma canção. A canção da cidade com suas avenidas e seus passeios públicos.

No dia 20/8, o grupo fez uma imersão no universo popular do folk norte-americano e do bluegrass, nascido nas ilhas britânicas. Desde os primeiros acordes de banjo até as últimas arcadas de violino, o grupo passeou pelo tempo e pela tradição, levando ao palco a alegria, o vislumbre e a interação, além do conhecimento de uma cultura diferente e muito interessante. Seguindo a origem do ritmo, os instrumentistas se revezaram em solos e improvisações. Esta modalidade jazzística mais aberta, rústica e descontraída, ainda pouco conhecida no Brasil, permite dizer que nenhuma das canções se repetirá, mesmo se tocadas várias vezes seguidas, porque há uma assinatura musical em cada apresentação.

 

Ficha Técnica
Banjo, bumbo-mala, tambourine e voz: Wagner Creoruska Junior | Mandolin, tin whistle, caixa e voz: Marcus Zambello | Violino e voz: Peter Harris | Contrabaixo e voz: Maurício Pilcsuk

Popular, 60 min.

 

 

O Bardo e o Banjo

Onde é que fica?

Ver mapa